Aquecimento a gás é solução para sistemas solares em dias chuvosos

O sistema de aquecimento solar tem sido instalado em muitas residências de pessoas que querem uma fonte de energia sustentável. No entanto, durante os dias chuvosos ou nublados a incidência solar é baixa e pode não ser o suficiente para aquecer a quantidade de água necessária para abastecer a casa. Por isso, um sistema eficiente e preparado para não deixar os moradores à mão é o misto, que combina o aquecimento a gás com o solar.

O sistema pode ser construído de diversas maneiras. É possível, por exemplo, instalar um sistema de aquecimento solar central (em que a água aquecida é armazenada em um reservatório e distribuída para toda a residência) e um outro abastecido a gás, que irá operar quando necessário ou em outros segmentos da casa. Esse tipo de instalação de aquecedor a gás é mais recomendado para residências grandes ou pousadas e hotéis, quando um único sistema pode não ser o suficiente.

Uma outra opção é fazer um sistema completamente misto. O sistema misto pode ser feito em série, o que significa que um reservatório térmico solar é ligado em paralelo com um aquecedor a gás de passagem. Ele entra em ação quando as saídas de água são acionadas e a água armazenada não está na temperatura esperada.

A vantagem desse sistema é a economia, já que o sistema de apoio só é acionado quando necessário.

Outra possibilidade é fazer uma ligação em paralelo, colocando o aquecedor a gás de passagem ligado aos coletores. Desse modo, o aquecedor a gás esquenta a água levada para o reservatório quando a energia solar não for suficiente para fazer o aquecimento.

Como o reservatório ficará sempre cheio com água aquecida, esse sistema é vantajoso para locais com alta demanda ou quando toda a residência, incluindo outros chuveiros e torneiras, recebe a água.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *